10 Filmes sobre artistas femininas

image

Essa semana do dia 22 a lei Maria da Penha comemora 9 anos, inspirada nisso eu fiz uma lista com alguns dos meus filmes preferidos que retratam artistas femininas fortes. Todos os filmes listados retratam mulheres que se empoderaram sobre as dificuldades, preconceitos e barreiras dos seus contextos. Então que tal aproveitar aquele tarde vazia para assistir algumas destas histórias? Entre as artistas abaixo temos pintoras, estilistas e cantoras ficcionais ou baseadas em vidas reais. Confira, inspire se e empondere se!

image

image

1° Frida –

Me arrisco em dizer que o filme retrata à mais conhecida pintora feminina do mundo. Uma mulher citada corriqueiramente pelos grupos feministas, “Frida” leva o aspectador a se emocionar com os aspectos mais íntimos de sua história, revelando ela desde a adolescência , e o acidente que a marcou pelo resto da vida, até seu tempestuoso casamento com Diego Rivera. Frida transborda liberdade e paixão, sem dúvidas está entre as melhores histórias que já assisti.

2° Coco antes de Chanel

Tenho muitas críticas a fazer sobre esse filme, entretanto não posso negar que ele retrata de uma forma emocionalmente a vida de Gabrielle Chanel até ser quem conhecemos hoje, a grande estilista que marcou um século. Quando criança Gabrielle é abandonada junto a irmã em um orfanato. Ao crescer ele divide seu tempo sendo cantora de cabaré e costureira, até que então ela conhece Étienne Balsan que se torna seu protetor e amante e vai ajuda lá no início de sua carreira. Infelizmente senti falta de certos aspectos de Chanel, características de sua personalidade e história, que não foram mostradas no longa. Entretando, não deixa de ser este um filme que retrata uma forte mulher além do seu tempo.

3°Hino ao Amor

De todas as brilhantes e talentosas cantoras que existem ou já existiram no mundo Edith Piaf é, sem dúvidas, minha maior inspiração dessa área. O filme expõe detalhes da triste história de um ícone francês, passando pela sua infância, o abandono da mãe, a cegueira, a criação pela avó em um bordel e em seguida pelo pai nas ruas e no circo, a relutância em aceitar seu dom e as dificuldades e explorações que sofreu ao longo de sua carreira – mas, ressaltando nas entrelinhas, de modo exímio, sua necessidade de sobreviver através da arte. Para quem pretende assistir: Preparem os lenços, o estômago e o coração que há de suspirar com as canções no filme.

4° I, Tina.

O filme, como o nome sugere, conta a história da cantora Tina Turner (antes de ficar mundialmente conhecida). Tina aos 16 anos após a morte de sua avó vai morar com sua mãe, lá conhece seu futuro cônjuge Ike Turner, a partir desse fato sua história artística se desenrola. A cantora teve de aguentar por anos um casamento recheado de abusos sistemáticos sobre sua carreira pelo marido. Após uma briga violenta separa se dele e abre mão de todos os bens, exceto seu nome artístico, dessa firma travando uma luta jurídica e caminhando para seu estrelato.

5° Zuzu Angel

A ditadura militar fez o Brasil mergulhador em um dos momentos mais tristes da história do país. O filme retrata nesse contexto a estilista Zuzu Angel. Por um lado sua carreira artística está cada vez melhor, ganhando reconhecimento nacional e exterior. Por outro, seu filho militante Stuart, morre causando extrema agonia na mãe que tenta entender o que aconteceu e onde está o seu corpo. As diferenças ideológicas entre Zuzu e Stuart eram profundas e acentuadas, após a morte a cena muda e Zuzu reflete todo o seu ódio pela ditadura em suas coleções e em protestos que seguem país a fora. Um filme que vale apena assistir tanto para quem gosta de moda como para quem nunca ouviu falar dela.

6° The Runaways, Garotas do Rock

Los Angeles, 1975. Joan Jett tinha o sonho de montar uma banda de rock, formada apenas por mulheres. Ela encontra apoio em Cherrie Currie, que integra a banda, e no empresário Kim Fowley. Com ele as integrantes da banda The Runaways levam uma vida desajustada e, apesar de apresentarem um som cru, alcançam o sucesso graças ao talento de Joan e o visual sensual de Cherie.

7° Evita

m 1952, em um pequeno cinema da Argentina, a projeção é interrompida para comunicar o falecimento da líder espiritual do país, Eva Perón (Madonna). A partir deste momento é narrado em flashback como a filha bastarda de um agricultor de um pequeno povoado é barrada no funeral do seu pai e como ela, freqüentando as rodas certas com as pessoas certas, acaba se tornando rapidamente a primeira-dama do seu país.

8° Big Eyes

O drama apresenta a história real da pintora Margaret Keane uma das artistas mais comercialmente rentáveis dos anos 1950 graças aos seus retratos de crianças com olhos grandes e assustadores. Defensora das causas feministas, ela teve que lutar contra o próprio marido no tribunal, já que o também pintor Walter Keane afirmava ser o verdadeiro autor de suas obras.

9° O diário de Anne Frank

Holanda, 1942. Anne Frank vive no sótão secreto de um estabelecimento comercial, juntamente com seus pais, Otto e Edith, e sua irmã Margot Além deles vive no local uma outra família judia, composta por Hans Van Daan , Petronella Van Daan , Peter Van Daan e Albert Dussell um idoso dentista. Anne Frank, uma jovem de 13 anos, documenta sua vida enquanto se esconde da Gestapo da Holanda. Este refúgio foi providenciado por Kraler e Miep, bondosos proprietários de lojas. Por dois anos eles ficam escondidos, vivendo sempre na apreensão de saberem que podem ser traídos ou descobertos a qualquer momento e mandados para um campo de concentração. Apesar disto eles sonham com dias melhores, ao mesmo tempo em que Peter e Anne se apaixonam.

10° Walt nos bastidores de Mary Poppins

Durante 20 anos, Walt Disney tentou adquirir os direitos de Mary Poppins da escritora australiana P.L. Travers, que sempre se recusou a vendê-los para que Disney fizesse “um de seus desenhos bobos”. Entretanto, a crise financeira faz com que ela tenha que negociar. Desta forma, Travers viaja até os Estados Unidos e passa a trabalhar juntamente com a equipe escolhida por Walt Disney para que Mary Poppins possa chegar às telas. Minuciosa e com muita má vontade, ela começa a encontrar problemas de todo o tipo. Como o contrato lhe dá o direito de cancelar a cessão dos direitos caso não concorde com a adaptação, Disney e sua equipe precisam aceitar seus caprichos para que o filme, enfim, saia do papel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s